Terça-feira, 21 de Setembro de 2021

Buscar   OK
Cidade Macau

Publicada em 03/09/2021 às 14:43h - 79 visualizações
Covid: Juventude ignora a vacina, enquanto 75% da população adulta de Macau está imunizada



Em Macau, mais de 18.440 mil pessoas já se vacinaram com ao menos uma dose do imunizante anticovid ou dose única, contabilizando com esse número, quase 76% da população adulta já vacinada com ao menos uma dose ou dose única. Todavia, esse número ainda está abaixo da média estadual e nacional, e, se deve, principalmente, a resistência da juventude e de outras faixas etárias, menores de 59 anos em se vacinar contra a COVID-19.

 

Na faixa etária de 18 a 39 anos, apenas 60% dos cidadãos se vacinaram. No público de 49 a 59 anos, somente 80% das pessoas tomaram imunizante anticovid. A baixa adesão da população jovem e menor de 59 anos, preocupa a Gestão Municipal, de igual modo, o índice de pessoas que ainda se recusam a tomar a segunda dose. Desde o início da pandemia, ocorreram 65 óbitos no município, dezenas de internações hospitalares e diversas pessoas ficaram com sequelas físicas e psicológicas deixadas pelo novo coronavirus.

A Prefeitura de Macau trabalhou arduamente para reverter o quadro da doença e conseguiu na última semana zerar o número de pessoas infectadas. Para isso, foi necessário implantar o Centro Covid e uma ala no hospital para pacientes contaminados, aumentar a testagem e rastreamento/monitoramento, fazer campanhas educativas e principalmente, acelerar a vacinação, pois por várias semanas Macau passou a ser referência na imunização.

A população idosa é exemplo de empatia e mais de 90% desse público já está totalmente imunizado. No momento atual, com a contaminação comunitária da variante Delta, todo o trabalho promovido para controle e reversão da situação da pandemia no município pode ter sido em vão, devido ao medo, resistência e negacionismo em tomar imunizante anticovid.

“As estatísticas já demonstraram que a vacinação é a responsável pela diminuição dos casos e mortes em todo o país, mas para a pandemia acabar, é preciso que todos nós façamos nossa parte, ou seja, se vacinemos”, conclamou a Secretária de Saúde, Terezinha Menezes, lembrando a necessidade de manter os cuidados com uso de máscara e a higienização das mãos.

O Prefeito José Antônio de Menezes reforça que a pandemia não destrói apenas vidas, mas acaba com a economia da cidade, gerando desemprego, fome e aumento da vulnerabilidade social. “É importante reiterar que a vacinação é um ato de amor ao próximo e a si mesmo”, concluiu.




ATENÇÃO:Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Deixe seu comentário!

Nome
Email
Comentário


Insira os caracteres no campo abaixo:


Hora Certa





Bate Papo

Digite seu NOME:





W.H.Z. EMPRESA JORNALISTICA E DE RADIODIFUSÃO LTDA
Copyright (c) 2021 - Macau 94 FM - Todos os direitos reservados